NOSSOS VÍDEOS

Vídeo Completo - Câncer Colorretal

 (071) 35... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Como ocorre o câncer colorretal?
Dr. Herbert Almeida – A doença se inicia com alteração genética que normalmente ocorre ao acaso, mas que em uma menor proporção dos casos podem ser transmitida de uma maneira hereditária. Por isso pessoas que têm familiares de primeiro grau acometidos possuem um risco maior de desenvolver a doença ao longo da vida.

Viva Mais Viva Melhor – Quais os fatores de risco para o câncer colorretal?
Dr. Herbert Almeida – Um grupo de pacientes que tem um risco aumentado é o de pacientes com doença inflamatória intestinal. Entretanto, uma vez que a maioria dos casos de câncer colorretal surgem de uma maneira esporádica, os fatores de risco principais estão relacionados a hábitos de vida modificáveis. Desta forma, o tabagismo, a ingesta de bebidas alcoólicas, a dieta rica em carne vermelha e pobre em frutas e verduras, além do sedentarismo comprovadamente aumentam as chances de desenvolver a doença.

Viva Mais Viva Melhor – Como são feitos o diagnóstico e o tratamento do câncer colorretal?
Dr. Herbert Almeida – O diagnóstico é feito basicamente por exames endoscópicos, idealmente a colonoscopia que permite a investigação de todo o cólon e também a biópsia de lesões suspeitas. Uma vez feito o diagnóstico então são realizados os exames de estadiamento para se saber em que extensão está a doença e depois o tratamento. Nos casos não avançados o tratamento é feito com cirurgia que pode ser feita também por videolaparoscopia e eventualmente quimioterapia pós-operatória. Nos tumores de reto as vezes é necessária a realização de quimioterapia e radioterapia antes da cirurgia.

Viva Mais Viva Melhor – Mesmo com metástase o paciente com câncer colorretal pode ser operado?
Dr. Herbert Almeida – Para os casos avançados o tratamento na maioria das vezes é com quimioterapia. Mas alguns pacientes selecionados mesmo com metástase em fígado ou pulmão podem ser candidatos ao tratamento cirúrgico, as vezes com possibilidade de cura.

Viva Mais Viva Melhor – Os pacientes com câncer colorretal sempre terão que usar a bolsa de colostomia?
Dr. Herbert Almeida – Na maioria das vezes não. Alguns pacientes vão ter de fazer o uso de uma ostomia, seja colostomia ou ileostomia durante algum tempo e posteriormente elas serão desfeitas. Uma minoria de casos, entretanto, infelizmente vai requerer o uso de uma colostomia definitiva como parte da cirurgia com intensão de curar.

Viva Mais Viva Melhor – Existe algum método de prevenção do câncer colorretal?
Dr. Herbert Almeida – A principal prevenção consiste na mudança de alguns hábitos de vida. Parar o tabagismo, minimizar a ingestão de bebidas alcoólicas, mudar os hábitos alimentares e praticar atividades físicas. Além disso, tanto para os grupos de maior como de menor risco já existem métodos de rastreio bem estabelecidos que podem envolver colonoscopia a cada 10 anos ou retossigmoidoscopia a cada 5 anos combinada ou não a testes anuais para pesquisa de sangue nas fezes. Para a maior parte da população este rastreio está indicado a partir dos 50 anos, nos pacientes com história familiar a partir dos 40 anos ou 10 anos antes da idade do caso mais jovem na família.