NOSSOS VÍDEOS

Tema: Lente de Contato Dental

 (071) 99... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Normalmente indicadas por razões estéticas, as lentes de contato dental são projetadas para cobrir a superfície frontal dos dentes, visando corrigir desde leves imperfeições até pequenas fraturas, além de poderem ser utilizadas para disfarçar manchas e descolorações. As lentes consistem em estruturas de cerâmica ultrafinas, com apenas 0,2 milímetros de espessura, que possibilitam um tratamento minimamente invasivo e duradouro. Para esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre este assunto, quem conversa conosco hoje é o mestre em odontologia e pós-graduado em prótese dental Robert Matos, especialista em implantodontia.

Doutor, explica para os nossos internautas o que vem a ser a lente de contato dental.

Dr. Robert Matos – Veja só, Olga, como você já falou inicialmente na sua introdução, são facetas de cerâmicas bastante finas, que receberam esta denominação devido a semelhança com a espessura das lentes de contato ocular. É um tratamento bastante conservador que não necessita de desgastes dentários no princípio. Quando necessitam algum desgaste, estes desgastes são muito pequenos.

Viva Mais Viva Melhor – Que tipo de problema estas lentes, doutor, de contato dentais podem corrigir?

Dr. Robert Matos – Veja só, elas podem ser usadas para corrigir pequenas imperfeições na superfície dos dentes, como aquelas trincas, como algum desgaste que porventura possam existir na superfície dental, pode corrigir alterações de forma e é muito bom e o resultado fica muito bonito, fechar espaços entre os dentes que a gente denomina de diastemas, criar uma harmonia no padrão do sorriso do paciente, dar uma melhor qualidade na estética no sorriso do paciente.

Viva Mais Viva Melhor – Existe um número mínimo ou mesmo máximo de dentes que podem ser revestidos com as lentes de cerâmica, doutor?

Dr. Robert Matos – O número máximo de lentes será determinado inicialmente pela expectativa do paciente em relação ao tratamento, no quê que o paciente quer melhorar no sorriso e isso é conversado e discutido para se chegar neste número que o paciente porventura necessite. É importante se avaliar o caso para se determinar a quantidade máxima e mínima a depender da necessidade.

Viva Mais Viva Melhor – Qualquer pessoa pode se beneficiar com esta técnica?

Dr. Robert Matos – Em princípio sim. No entanto, é preciso avaliar o paciente para se determinar se a lente de contato é o tratamento mais indicado ou mais apropriado para o caso dele. Um bom profissional, que conheça bem prótese e conheça bem a estética do sorriso, pode determinar isso de uma forma mais precisa.

Viva Mais Viva Melhor – Bebidas escuras como café, Coca-Cola, também podem amarelar essas lentes de cerâmica, é preciso fazer um clareamento como habitualmente a gente faz?

Dr. Robert Matos – Não, não precisa fazer clareamento. As cerâmicas possuem uma estabilidade de cor muito grande. Então ela não se altera, com o tempo a cor dela não se altera. A mesma cor que a gente colocar hoje, daqui a 5 anos ou daqui a 10 anos vai ser a mesma cor. O que pode acontecer, algumas pessoas que consomem muito essas bebidas escuras, como vinho, refrigerante, Coca-Cola, café, é haver uma pigmentação externa, que essa pigmentação é facilmente removida numa limpeza simples no consultório dentário.

Viva Mais Viva Melhor – Então caso a lente de cerâmica seja aplicada em apenas um dente a pessoa não corre o risco deste dente ficar com a cor diferente dos outros, basta que mantenha a limpeza de uma forma harmônica de todos os dentes.

Dr. Robert Matos – Veja só, as vezes a gente observa o sorriso de algumas pessoas e você vê nitidamente que existe uma diferença de coloração no trabalho que foi colocado e isso eventualmente pode acontecer se a indicação do trabalho não for muito precisa. As vezes o paciente está com um dente natural mais escuro do que os outros, então a lente de contato neste caso não é a melhor indicação, é preciso se usar uma faceta laminada, porque nestes casos para que a cerâmica consiga mascarar aquela cor escurecida do dente é preciso haver um desgaste na superfície externa do dente, se colocar uma faceta laminada ou a depender do caso uma coroa de cerâmica pura. Ainda assim pode acontecer da seleção da cor não ficar muito parecida, mas eu não costumo cimentar nenhum trabalho sem que o paciente antes olhe e dê o aval dele e diga que está bom e que pode colocar. Eu acho essa participação do paciente fundamental e indispensável para o sucesso do tratamento.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, existe possibilidade destas lentes de contato dental poderem descolar?

Dr. Robert Matos – Eventualmente sim. No entanto, uma boa adaptação das lentes, o uso de bons materiais de cimentação e a aplicação adequada da técnica, praticamente elimina isso a zero esta possibilidade.

Viva Mais Viva Melhor – E se o paciente quiser retirar as lentes, isso pode ser revertido num processo simples?

Dr. Robert Matos – Sim, sem dúvida. Neste caso a gente desgasta a superfície das lentes e depois da um polimento e deixa os dentes do mesmo jeito que foi encontrado anteriormente?

Viva Mais Viva Melhor – Este material é só de cerâmica ou estas lentes podem ser confeccionadas com outro material?

Dr. Robert Matos – Não, lentes de contato são exclusivamente em cerâmica. O que pode acontecer é as vezes alguns colegas colocarem uma faceta de resina, também é outro tratamento. No entanto, as facetas de resina elas mancham muito rapidamente, perdem o brilho, a cor também não fica muitas vezes uma cor muito próxima do dente, as resinas absorvem com muito mais facilidade essa coloração e aí é um trabalho que as vezes em curto ou médio prazo não está esteticamente favorável.

Viva Mais Viva Melhor – Já no caso da cerâmica não, não é?

Dr. Robert Matos – Na cerâmica não tem este problema.

Viva Mais Viva Melhor – E pode haver, doutor, rejeição às lentes de contato dentais?

Dr. Robert Matos – Não, não existe rejeição às lentes de contato dentais. As vezes o que pode acontecer é uma irritação na gengiva do paciente, mas aí é por conta de má higienização ou de algum excesso de cimento que porventura não tenha sido removido e aquele restinho de cimento ali na região próximo da gengiva possa causar algum tipo de irritação, mas depois de removido este ‘excessozinho’ ou mesmo o paciente, se for o caso de higienização inadequada, ele fazer uma boa higienização, esta irritação desaparece.

Viva Mais Viva Melhor – E quantas visitas são necessárias ao dentista para colocação das lentes de cerâmica e como é que é feito depois o acompanhamento doutor?

Dr. Robert Matos – Normalmente, em torno de 3 a 4 consultas a gente consegue finalizar o tratamento. E o acompanhamento, claro, como todo trabalho odontológico e como o próprio dente, ele precisa ser cuidado pelo paciente, o dentista não vai fazer milagre. O paciente precisa fazer a parte dele, que é exatamente fazendo uma boa higienização, usando o fio dental adequadamente, usando um bom creme dental, uma boa escova e fazendo as visitas frequentes ao dentista para fazer o acompanhamento, fora isso também é preciso se evitar morder alimentos muito duros porque eventualmente pode haver a fratura da lente e até do próprio dente. Então é preciso ter muita parcimônia, muito cuidado para não utilizar o dente como martelo, as vezes o pessoal quebra caranguejo, quebra osso de galinha. Então a ideia de quebrar o osso ou a perna de caranguejo termina quebrando o próprio dente ou o próprio trabalho que foi colocado na boca.

Viva Mais Viva Melhor – E quanto tempo dura essas lentes de contato dentais? Elas necessitam de cuidados especiais?

Dr. Robert Matos – Sobre essa durabilidade alguns estudos mostram que pode durar 5, 10 anos ou até mais a depender dos cuidados que o paciente tenha. Cuidados especiais são exatamente estes que eu acabei de falar, a escovação, uso de fio dental, evitar morder alimentos muito duros. E a durabilidade vai estar diretamente ligada a estes cuidados que o paciente tenha. As vezes o paciente coloca um trabalho na boca, um implante, uma prótese ou mesmo a faceta, e imagina que o fato de estar coberto não vai existir mais perigo de ocorrer cárie. As vezes um implante, o fato de ser de titânio e a coroa de porcelana não vai ter mais perda nunca mais e isso não é verdade. O que segura tudo isso e o que mantém tudo isso estável é o controle biológico. Se você tiver na boca biofilme, bactérias que colonizem estes trabalhos, vai terminar alterando porque vai inflamar a gengiva, vai absorver o osso no caso de implantes, enfim, vai terminar se perdendo o trabalho.

Viva Mais Viva Melhor – Para finalizar, doutor, o quê que o paciente precisa saber, que outras informações seriam importantes de serem complementadas na hora de optar pela aplicação de lentes de contato dentais?

Dr. Robert Matos – Bom, em primeiro lugar ele precisa estar motivado para o tratamento, essa é a parte mais importante, porque, se o paciente não estiver desejoso do trabalho, não adianta a gente tentar forçar ou tentar convencê-lo, o máximo que a gente pode fazer é mostrar quais seriam as vantagens na colocação da lente de contato ou das facetas, conforme o caso e a necessidade. Fora isso ele precisa saber que ele vai ficar mais bonito e o sorriso dele vai ficar muito mais agradável.

Viva Mais Viva Melhor – O resultado é muito bom mesmo!

Dr. Robert Matos – Sem dúvida! E você estando nas mãos de um profissional qualificado, sem dúvida nenhuma, ele vai sair satisfeito com o resultado do trabalho.

Viva Mais Viva Melhor – Ok. Conversamos com o mestre em odontologia, doutor Robert Matos, especialista em implantodontia. Doutor, muito obrigada e até a próxima.