NOSSOS VÍDEOS

Vídeo Completo - Série Transtorno Bipolar

 (071) 21... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – O que são os transtornos do humor?
Dr. André Gordilho – O termo transtornos do humor ele é utilizado em uma série de condições clínicas, incluindo os transtornos depressivos e os transtornos bipolares. Nos transtornos depressivos você tem uma polarização do humor para baixo, ou seja, o paciente deprime, ele fica triste, desanimado, sem prazer nas coisas, podendo ter sintomas nos quais ele fica extremamente pessimista e até pensando em morte. Nos sintomas eufóricos, ou seja, na euforia, na elação do humor, ele vai ficar mais agitado, com o discurso mais acelerado, com ideias de grandezas, podendo se expor a diversas situações de risco, não só físicas como morais, sexuais, se expor a brigas e a riscos de acidentes. São transtornos que devem ser vistos com muito cuidado e tratados de forma adequada pelo profissional qualificado.

Viva Mais Viva Melhor – Quais são os principais sintomas da depressão?
Dr. André Gordilho – Muitas vezes as pessoas confundem tristeza com depressão. A tristeza é um sentimento comum que todos nós temos. A depressão, na verdade, ela é uma doença, uma patologia no qual a tristeza faz parte do quadro. Então os principais sintomas são tristeza que é o humor deprimido, anedonia que é a perda de capacidade de sentir prazer, associado a outros sintomas como a insônia, perda de peso, perda de apetite, diminuição da libido, dificuldade de pensar, a pessoa perde a energia e perde a vontade de fazer as coisas, as vezes não consegue nem levantar da cama, não consegue nem tomar banho, se higienizar, começa a ter sentimentos negativos, chegando até a ter pensamentos suicidas. Portanto, a depressão é uma doença que precisa ser encarada como tal, sem preconceito e tratada por um profissional capacitado e experiente.

Viva Mais Viva Melhor – Quais os sintomas do transtorno bipolar?
Dr. André Gordilho – O transtorno bipolar ele é caracterizado pelos dois polos, como mesmo o nome está dizendo “bipolar”, ele tem o polo negativo que é o polo da depressão onde nós já falamos que ele vai apresentar tristeza, desânimo, perda de prazer, diminuição de energia, chegando até podendo apresentar pensamentos suicidas. E pode apresentar o polo superior que é a euforia. No qual nem sempre a euforia é sinônimo de alegria, ele pode estar associado a uma irritabilidade muito grande, uma aceleração, uma agitação, uma diminuição da necessidade do sono, onde esse paciente vai estar com componente mais impulsivo, se expondo a situações de risco, falando rápido demais e podendo cometer gastos excessivos, se expor moralmente, sexualmente, o que pode causar um dano muito grande para si mesmo e para terceiros.

Viva Mais Viva Melhor – Como diagnosticar o transtorno bipolar, existem exames específicos?
Dr. André Gordilho – O diagnóstico dos transtornos de humor, tanto da depressão quanto do transtorno bipolar, ele é eminentemente clínico, ou seja, ele depende de uma avaliação médica, no qual o médico vai ouvir o paciente, vai colher uma história, vai fazer um bom exame psíquico e a partir daí ele vai formular o diagnóstico. Não existe nenhum exame específico que vá dar o diagnóstico, porém exames são importantes para que nós possamos excluir outras causas clínicas que possam estar alterando o humor do paciente.

Viva Mais Viva Melhor – Como reconhecer o transtorno bipolar e como a família pode ajudar?
Dr. André Gordilho – Em relação às doenças mentais, talvez a melhor dica seja observar o padrão de comportamento do seu familiar. Quando o padrão de comportamento começa a mudar muito, ou de maneira acentuada, provavelmente deve estar havendo alguma coisa errada. Então nos quadros depressivos a pessoa tende a mudar o padrão se isolando, chorando mais, ficando mais distante, com pensamentos negativos, se descuidando da aparência. E nos quadros de euforia, ele começa como o próprio quadro diz ficar mais acelerado, sem dormir, se expondo, falando demais. Cabe à família ficar atenta a estes sintomas e uma coisa importante também é se despir do preconceito, entender que qualquer problema mental é uma doença médica como outra qualquer e que precisa de um tratamento médico e na dúvida busque o auxílio do seu médico e ele vai ser a pessoa mais indicada para lhe orientar neste caminho.

Viva Mais Viva Melhor – Como é feito o tratamento do transtorno bipolar, existe cura?
Dr. André Gordilho – Os transtornos do humor ao serem diagnosticados eles vão ser encaminhados para o tratamento e vai ser realizado o tratamento. O tratamento é feito principalmente à base de medicação. Na depressão a medicação utilizada são os antidepressivos e no transtorno bipolar são os estabilizadores de humor, que evitam que o quadro fique oscilando entre a euforia e a depressão. Também quando o quadro está estável a psicoterapia pode ser de bastante ajuda. É importante lembrar que em muitos casos de depressão eles têm cura, você trata, trata por um período e a doença não retorna mais, mas em alguns casos a doença se torna crônica e nestes casos têm que tratar para a vida inteira, assim como o transtorno bipolar que é necessário tratar para a vida inteira. A função da medicação é exatamente fazer esse tratamento e permitir que a pessoa leve uma vida normal. A medicação não é sua inimiga, ela é sua aliada. A gente não deve ter um preconceito em relação ao uso do remédio, porque o remédio vai ajudar você a ter uma vida plena. Várias doenças clínicas necessitam de tratamentos constantes, como a hipertensão, o diabetes, como o hipotireoidismo e em alguns casos alguns problemas mentais precisam que você também faça o tratamento da mesma maneira, não significando que você vai ser dependente do remédio e sim você tem uma patologia na qual exige o uso a longo prazo.