NOSSOS VÍDEOS

Vídeo Completo - Série Hérnia de Disco

 (071) 21... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – O que é hérnia discal?
Dr. Carlos Henrique – Para explicar o que é hérnia de disco é preciso explicar o que é disco. Disco intervertebral é uma estrutura discóide que se interpõe entre duas vértebras e tem a função de absorver, distribuir carga e permitir o movimento na coluna vertebral. Hérnia discal é a ruptura do disco, promovendo a migração de seu núcleo para o interior do canal vertebral. Isso promove os principais sintomas que são a dor e alterações neurológicas em membros. A hérnia de disco pode ocorrer em qualquer segmento da coluna, seja ela cervical, dorsal ou lombar e é mais comum na faixa etária entre 20 e 50 anos de idade.

Viva Mais Viva Melhor – Quais os sintomas da hérnia discal lombar?
Dr. Carlos Henrique – O principal sintoma da hérnia de disco é a dor, que pode variar de leve a incapacitante. Essa dor pode ou não irradiar para os membros. No caso da hérnia lombar a dor pode irradiar para os membros inferiores e provocar alterações neurológicas na coxa, na perna ou no pé. Essas alterações neurológicas podem variar desde formigamento, dormência, fraqueza ou mesmo paraplegia em casos mais graves.

Viva Mais Viva Melhor – Quais exames precisam ser realizados para o diagnóstico?
Dr. Carlos Henrique – O exame padrão ouro para realização do diagnóstico de hérnia de disco é a ressonância magnética. No entanto, é necessária uma correlação exata entre os sintomas do paciente e os exames secundários de imagem. A presença da hérnia de disco identificada na ressonância magnética não significa que esta lesão é a causadora dos sintomas do paciente. Muitas doenças podem provocar sintomas que simulam a hérnia discal. Devido a isso, o diagnóstico da hérnia de disco deve ser dado por um especialista em coluna vertebral, que poderá avaliar o paciente e definir um tratamento correto.

Viva Mais Viva Melhor – Como é o tratamento da hérnia discal lombar?
Dr. Carlos Henrique – O tratamento da hérnia de disco lombar deve ser direcionado de acordo com o quadro clínico do paciente e o tipo de hérnia que ele apresenta. 90% dos pacientes que apresentam hérnia de disco lombar terão uma evolução favorável com o tratamento conservador, que é feito com o uso de medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios, anticonvulsivantes e antidepressivos, medidas fisioterápicas visando o fortalecimento muscular, alongamento e estabilização do tronco também são importantes. Apenas uma pequena parte, menos de 10% dos pacientes, irão necessitar de um tratamento cirúrgico em algum momento. O tratamento cirúrgico é reservado para casos mais graves em que o paciente apresenta dor ou déficit neurológico persistente ou grave.

Viva Mais Viva Melhor – Como é o tratamento cirúrgico da hérnia de disco lombar?
Dr. Carlos Henrique – Hoje em dia nós realizamos a cirurgia de hérnia de disco lombar apenas com a ressecção da hérnia por via endoscópica, podendo ser, em alguns casos, realizados até mesmo com anestesia local e com cortes de apenas 1%. Nesta técnica não utilizamos implantes e, se não houver complicações cirúrgicas, a alta hospitalar é dada no mesmo dia ou no dia seguinte à cirurgia. A reabilitação é feita com fisioterapia já no dia seguinte à cirurgia. Normalmente, o paciente retorna às suas atividades laborais em aproximadamente 1 a 3 semanas do procedimento cirúrgico. Porém, ainda existem casos em que há a necessidade de realizarmos uma artrodese, que é a fusão do segmento acometido. Esta é uma cirurgia de maior porte onde utilizamos implantes como parafusos, barra e etc.

Viva Mais Viva Melhor – O que causa e como posso evitar a hérnia de disco lombar?
Dr. Carlos Henrique – Os fatores que promovem a hérnia discal lombar ainda não estão completamente esclarecidos. Porém, alguns fatores relacionados ao aparecimento da hérnia discal são a degeneração natural do disco intervertebral, o trauma agudo, a obesidade, a sobrecarga mecânica, tanto por atividades esportivas ou atividades laborais, e uma possível característica genética ainda não bem esclarecida. Para prevenir o aparecimento da hérnia de disco devemos evitar atividades que promovam aumento da carga axial em flexão, como levantar um peso com a coluna flexionada para frente, e ter hábitos de vida saudáveis, como a prática de atividade física regular, uma boa alimentação e ergonomia correta.