NOTÍCIAS VIVA MAIS

A diferença entre uma pinta inofensiva e um melanoma malígno

As pintas ou sinais, cujo termo médico é 'nevo melanocítico', são pequenas lesões na pele, geralmente acastanhadas. Algumas podem ser muito mais escuras, enquanto outras são da cor da pele; podem ser ásperas, lisas, elevadas e com cabelo saindo delas; são redondas ou ovais e tem uma borda lisa. De acordo com o cirurgião oncológico, Dr. Matheus Moraes, "os principais sinais de alerta são manchas pruriginosas, ou seja, que coçam, lesões descamativas ou que sangram, sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor e feridas que não cicatrizam em 4 semanas".

Os sinais podem mudar na aparência e números. Às vezes, eles desaparecem ou somem. Alguns sinais respondem às mudanças nos níveis hormonais, como pode ocorrer durante a gravidez, adolescência e idade mais avançada. A maioria dos sinais aparecem entre 20 e 30 anos de idade, no entanto, alguns podem estar presentes desde o nascimento, os conhecidos como nevos melanocíticos congênitos. Qualquer sinal que aparece, após o nascimento, são nevos melanocíticos.

Pessoas de pele escura, geralmente, têm menos pintas do que aquelas com pele clara. A maioria dos sinais são herdados. Pessoas que ficam mais expostas ao sol tendem a ter mais sinais do que as que tem o mesmo tipo de pele e com pouca exposição solar. Manchas, que podem ser causadas por graves queimaduras solares, não são sinais. 

O ser humano tem, em média, de 10 a 14 sinais. Eles podem desenvolver-se no couro cabeludo, nas unhas, sob as axilas, ou em qualquer parte do corpo. O número total de sinais que uma pessoa pode ter varia durante a sua vida. A grande maioria dos sinais são inofensivos. Em alguns casos raros podem evoluir para um tipo agressivo de câncer de pele - melanoma maligno. Se você tiver sinais, deve observar caso ocorra mudanças na sua textura e/ou aparência.

Tipos de Sinais
- Nevo melanocítico juncional - geralmente redondo, plana e marrom.
- Nevo melanocítico dérmico - geralmente elevado, às vezes tem cabelo, cor da pele ou marrom claro.
- Nevo Halo - a pele ao redor perdeu a sua cor, por isso tem um anel branco em torno do sinal, daí o nome. Quando a pinta, eventualmente desaparece, a pele recupera a sua cor.
- Nevo displásico - pode ser plano ou acidentado, é grande, as margens podem ser irregulares e não mudam ao longo do tempo. É uma pinta de vista incomum.

*As pessoas mais velhas tendem a ter queratoses seborreicas, parecidas com verrugas, e geralmente benignas. Elas podem ser cinza, marrom, amareladas ou pretas.

Quais são as possíveis complicações da pintas?
- Nevos congênitos - estes são os sinais de nascimento. Eles aumentam o risco do indivíduo de desenvolver melanoma maligno, um tipo agressivo e potencialmente fatal de câncer de pele;
- Sinais que aparecem nas famílias - atípica (displásicos) nevos são maiores do que o normal e geralmente são hereditários. Os indivíduos com nevos displásicos têm um risco mais elevado de desenvolver melanoma maligno do que outros indivíduos;
- Muitos sinais - pessoas com numerosos sinais correm um maior risco de desenvolver melanoma maligno.

Diagnosticar sinais cancerosos
Sinais que surgem após os 20 anos devem ser mostrados ao médico. Caso esse sinal coce, cause sensação de queimação, seja doloroso, sangre ou escorra, for duro ou escamoso, ou de repente muda de cor, elevação, tamanho ou forma, é preciso consultar um especialista. Dr. Matheus Moraes afirma que "existem alguns exames que podem auxiliar no diagnóstico do câncer de pele, porém a biópsia é a única maneira de se obter um diagnóstico definitivo do câncer de pele".

Se as alterações dos sinais são leves, o médico pode tirar uma fotografia clínica dele e medir suas dimensões. O paciente será convidado a voltar depois de algumas semanas para ver se qualquer uma das dimensões mudaram. Caso haja vestígios de malignidade, será necessário fazer a biópsia. Se os resultados de laboratório voltarem com um melanoma suspeito, outros testes podem ser requisitados para determinar se o câncer se espalhou.