NOTÍCIAS VIVA MAIS

Videoartroscopia é uma boa opção para tratar lesões nos joelhos

Modalidade de intervenção cirúrgica utilizada para visualizar, diagnosticar e tratar problemas na articulação do joelho, a videoartroscopia é uma técnica simples, minimamente invasiva, pouco traumática e a cicatriz é extremamente reduzida. Além disso, tem pós operatório e retorno às atividades mais rápido do que os procedimentos ditos “abertos”. 

Na videoartroscopia, pode-se visualizar toda a articulação do joelho de maneira ampliada, inclusive em torno de vinte vezes a ampliação, através de mini portais, sem precisar abrir a articulação do joelho. É possível visualizar toda a articulação através do monitor por conta da microcâmera que é colocada dentro do joelho. Por isso, a visualização é muito melhor do que se tivesse com a articulação aberta (cirurgia aberta), por conta da luminosidade que a microcâmera fornece.

Para se fazer a videoartroscopia só precisa de dois portais, que são os chamados mini cortes. Com esses dois portais, já se consegue ter uma boa visualização de toda a articulação. (Dr. Gustavo Azi, médico especialista em cirurgia do joelho)

Vale lembrar, que não é qualquer pessoa que pode se beneficiar com a videoartroscopia do joelho. Primeiro, vai depender do tipo de lesão que o paciente tem no joelho e se essa paciente tem um quadro clínico mínimo para que seja submetido a uma intervenção. Apesar de ser uma intervenção minimamente invasiva, ainda assim, é uma intervenção cirúrgica. Então, tem que ter um quadro clínico que seja compatível com algum grau de anestesia. Além disso, um paciente que tem uma artrose mais avançada do joelho, por exemplo, não tem como tratar essa artrose através da videoartroscopia.

O Dr. Gustavo Azi ainda acrescenta que a técnica não é utilizada apenas para tratar a articulação do joelho: “o joelho, sem dúvida nenhuma, foi o precursor desta técnica e é onde ela tem suas maiores indicações e onde está muito mais bem estabelecida, mas articulações como o ombro, o quadril, tornozelo e, até mesmo, o punho já vêm se beneficiando da videoartroscopia”.