NOTÍCIAS VIVA MAIS

Varicocele pode causar dor e provocar atrofia testicular

Doença caracterizada pela formação de varizes na região dos testículos, a varicocele é uma das causas mais comuns de infertilidade masculina. É um problema bastante frequente, que acomete até 15% da população adulta jovem, geralmente entre 15 e 25 anos. Dentre as opções de tratamento está a embolização, procedimento ambulatorial que exige apenas anestesia local.

A varicocele não é a única doença responsável por ocasionar a infertilidade masculina, mas, sem dúvida, é a principal causa de infertilidade. Em alguns estudos, pode ser responsável por até 40% dos casos de infertilidade masculina, mas pode ser tratada de maneira eficaz. (Dr. André Goyanna, médico especialista em radiologia intervencionista)

Vale lembrar, que a varicocele, na maioria dos pacientes, passa despercebida. Porém, também provocar dor e até mesmo a atrofia do testículo, em decorrência da dificuldade circulatória que ela provoca. Além disso, o testículo esquerdo é acometido com maior frequência por possuir um trajeto maior dentro da barriga. “Essa anatomia peculiar é responsável pela maior predisposição da varicocele à esquerda", explica o Dr. André Goyanna.

O tratamento da varicocele só precisa ser feito se o paciente apresentar sinais e sintomas que evidenciem alteração da função do testículo, ou seja, se aquele testículo estiver sofrendo de alguma maneira. Pacientes portadores de varicocele podem ser submetidos ao tratamento cirúrgico local, que consiste na ligadura das veias da região inguinal (virilha) através de uma incisão local ou, então, serem submetidos a um procedimento chamado de embolização.

A embolização da varicocele é uma forma de tratamento simples, eficiente, segura e não necessita de cortes e nem de cirurgias mais complexas. Através da punção de uma veia na virilha, que dará acesso a todas as outras veias doentes da varicocele, é realizado o tratamento. “O tempo de internação é bastante curto, necessitando o paciente permanecer sob monitorização médica por apenas 4 horas após a realização do procedimento e, logo em seguida, ele pode ir para casa.", finaliza o Dr. André Goyanna.