NOTÍCIAS VIVA MAIS

Especialista em Coluna: Ortopedista ou Neurocirurgião?

A dor nas costas é uma das queixas mais comuns no dia a dia da população, até 80% das pessoas já tiveram ou terão dores na região em alguma fase da vida. Mas, você sabe qual médico procurar nestes casos? O especialista em coluna vertebral estuda e se dedica, especialmente, às condições, lesões e doenças da coluna. Muitas pessoas acreditam que é o ortopedista especializado, por ser o mais comum, mas o neurocirurgião especializado também cuida da coluna. 

Vale ressaltar, que, desde que os médicos tenham o mesmo preparo de especialistas em coluna vertebral, tanto faz ortopedista ou neurocirurgião. Tem que ser alguém que saiba o que está fazendo, que trabalhe em coluna. Embora os profissionais, teoricamente, tenham a mesma condição, existe aquele que é melhor preparado, que o paciente deve considerar o ponto de vista, mas que envolva a competência. A medicina é uma profissão estritamente técnica, com suas responsabilidades profissionais até os limites do imponderável, não é uma profissão artística. 

“As pessoas tem medo de procurar um neurocirurgião, o nome assusta, não fazendo a associação de coluna com neurologia, mas, sintomas como fraqueza nos braços, nas pernas, dormência, sensações de membros incompetentes ou dores causadas por deficiência dos nervos, a avaliação neurológica é fundamental”. (Dr. Edson Alvarenga, médico especialista em neurocirurgia) 

Embora a coluna seja uma pilha de ossos articulados. com uma almofada entre cada um deles, o sistema nervoso passa em canal dentro destes ossos. Neste canal, fica uma medula e os nervos protegidos. Por isso, os sintomas dependerão de alteração dos ossos, ligamentos, músculos e a almofada intervertebral, conforme a repercussão sobre o sistema nervoso no canal ósseo. 

É importante destacar, que, para qualquer das duas escolhas, ortopedista ou neurocirurgião, tudo começa com um bom médico, com boa formação técnica, que passe a confiança de um profissional bem formado e competente. Tem que ser um especialista reconhecido e permitir a segurança necessária ao paciente.