NOSSAS ENTREVISTAS

Tema: Hipertensão

 (071) 32... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Também conhecida como pressão alta, a hipertensão é uma doença crônica e silenciosa. A única maneira de saber se a pessoa apresenta o problema é medindo a sua pressão regularmente. Porém, na maioria das vezes, a doença só é descoberta quando as complicações já estão instaladas, ou seja, quando provocam lesões em órgãos vitais como coração, rins e cérebro. Um dos fatores que contribuem para o aumento dos casos de hipertensão é exatamente o estilo de vida moderno que envolvem maus hábitos alimentares, sedentarismo, obesidade e o estresse. E para saber um pouco mais e dar dicas de como prevenir contra essa doença quem conversa conosco hoje é o doutor Leonardo Lopes, especialista em cardiologia e que vai esclarecer as principais perguntas sobre o tema. 

Doutor, explica para os nossos ouvintes o que é a hipertensão?
Dr. Leonardo Lopes – O sangue bombeado pelo coração para irrigar os órgãos exerce uma força contra as paredes das artérias, essa força quando está aumentada dizemos que é a hipertensão arterial, uma condição clínica que está ligada a vários fatores.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, qual é a pressão considerada normal e quando é que o paciente deve se preocupar e procurar uma ajuda médica?
Dr. Leonardo Lopes – A pressão considerada normal é 120 por 80, a chamada 12 por 8. O paciente deve procurar a avaliação médica regularmente, principalmente aqueles com mais fatores de risco para a hipertensão.

Viva Mais Viva Melhor – Qual que é a importância de se medir a pressão arterial regularmente, doutor?
Dr. Leonardo Lopes – A pressão arterial deve ser medida regularmente porque muitas vezes ela está elevada e não sentimos, é o chamado inimigo silencioso. Uma pressão arterial elevada continuamente pode trazer consequências graves a médio e longo prazo.

Viva Mais Viva Melhor – A hipertensão aparece sozinha ou é consequência de um outro problema ou outra doença?
Dr. Leonardo Lopes – A hipertensão pode sim aparecer sozinha, a chamada hipertensão arterial essencial. No entanto, ela também pode vir como consequência de alterações renais, alterações anatômicas, metabólicas e até mesmo hormonais.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, quais são as causas e os fatores de risco para desencadear uma hipertensão? Que pacientes estão mais sujeitos a desenvolver o problema?
Dr. Leonardo Lopes – Existem alguns fatores de risco para a hipertensão, principalmente a idade, o sobrepeso, a obesidade, a alta ingestão de sal e de álcool, por exemplo.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, as pessoas não têm o hábito de aferirem a pressão com tanta regularidade. Como saber os sintomas provocados pela doença e procurar um especialista?
Dr. Leonardo Lopes – Muitas vezes a pressão está elevada e o paciente não sente. Eu mesmo já vi algumas situações em que ela é descoberta quando já causou algumas lesões, por exemplo lesões nos rins. Então o recomendado é fazer um acompanhamento regular e tentar controlar os fatores de risco da hipertensão.

Viva Mais Viva Melhor – E como é que faz o diagnóstico da hipertensão?
Dr. Leonardo Lopes – O diagnóstico da hipertensão ele deve ser feito pela medida da pressão arterial num consultório, por exemplo. Deve-se medir pelo menos a cada um ou dois anos a depender do tipo do paciente. A medida deve ser feita em um ambiente calmo, em paciente com a bexiga vazia, sem ter ingerido café ou fumado nos últimos 30 minutos. E outra maneira também seria através da MAPA, que é a Monitorização da Pressão Arterial Ambulatorial de 24 horas e que o médico vai ter uma noção maior dos níveis de pressão arterial do paciente.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, nós sabemos que a hipertensão tem controle e tem tratamento. Qual é a conduta mais atual em termos de tratamento?
Dr. Leonardo Lopes – O tratamento da hipertensão ele envolve vários aspectos, desde mudança do estilo de vida, de uma alimentação saudável, exercícios físicos regulares e medicamentos que vão tentar controlar estes níveis da pressão arterial.

Viva Mais Viva Melhor – Caso não seja tratada, a hipertensão pode ter complicações mais sérias?
Dr. Leonardo Lopes – Sim. A hipertensão não tratada pode levar a complicações renais, complicações no coração e até mesmo cerebrais, como o acidente vascular cerebral, chamado derrame. Daí a importância de fazer a prevenção da hipertensão.

Viva Mais Viva Melhor – Uma pessoa que sempre teve uma pressão considerada normal, a exemplo do que você disse anteriormente 12 por 8, pode de repente apresentar um quadro de pico de hipertensão?
Dr. Leonardo Lopes – Isso pode acontecer sim. Por exemplo, um paciente que tenha um estado emocional mais intenso, algum acometimento clínico agudo que pode levar à dor, e então neste caso o paciente deve ser avaliado, tratado e acompanhado.

Viva Mais Viva Melhor – É verdade que a hipertensão pode acometer crianças e até adolescentes?
Dr. Leonardo Lopes – Sim. Inclusive existem medidas diferenciadas para avaliação em crianças e adolescentes. Não é somente a idade que é o fator de risco, existem outras doenças que podem também levar a uma hipertensão arterial e que pode também estar acometendo crianças e adolescentes.

Viva Mais Viva Melhor – Para finalizar, existe um erro muito frequente entre as pessoas e uma vez diagnosticadas com hipertensão começam a tomar o medicamento e assim que regulariza elas suspendem por conta própria esse tratamento. O quê que você diria sobre isso?
Dr. Leonardo Lopes – Isso é algo muito comum no consultório. Um paciente com hipertensão começa a tomar o medicamento e acha que está controlado e acha que não é mais necessário fazer o uso do medicamento. Mas a hipertensão, é importante frisar, que é uma doença crônica e então necessita realmente de um acompanhamento, do tratamento e do uso do medicamento de maneira contínua e dessa maneira conseguimos deixar a pressão bem controlada.

Viva Mais Viva Melhor – Para finalizar, doutor, tem como evitar a hipertensão?
Dr. Leonardo Lopes – Sim. Para evitar a hipertensão é fundamental controlar os fatores de risco, como o sobrepeso, a obesidade, fazer um acompanhamento médico regular e atividade física acompanhada por um profissional de saúde.

Viva Mais Viva Melhor – Ok. Conversamos com o doutor Leonardo Lopes, especialista em cardiologia. Doutor, muito obrigada e até a próxima.