NOSSAS ENTREVISTAS

Tema: Artroscopia do Quadril

 071 2109... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Técnica popular e mundialmente conhecida para tratar dos pacientes que sofrem com dor na articulação entre os ossos da coxa (fêmur) e da bacia (pélvis), a artroscopia do quadril é um procedimento minimamente invasivo realizado através de pequenos orifícios feitos na pele. Com dispositivo óptico de 4 milímetros de diâmetro conectado a um equipamento de vídeo de alta definição, o profissional chega a articulação do quadril a fim de eliminar a dor e permitir que o paciente use o seu quadril natural pelo máximo de tempo possível, desacelerando o processo de artrose do quadril. Para falar melhor sobre o assunto nós convidamos o médico ortopedista e traumatologista especialista em quadril doutor Lauro Magalhães.

Doutor, vamos explicar primeiramente para os nossos ouvintes o que é a artroscopia do quadril e como ela é realizada?
Dr. Lauro Magalhães – Olga, como você bem falou a artroscopia de quadril é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo, ou seja, realizada com pequenas incisões, normalmente 2 a 3 incisões de aproximadamente 1 cm cada, com mínima perda sanguínea e proporciona o adequado tratamento de várias lesões e patologias do quadril, com reabilitação mais rápida e menos dolorosa. Por ser uma articulação mais profunda e com diversos tecidos moles ao seu redor, são necessários materiais específicos para este tipo de artroscopia, óticas instrumentais mais novos, por exemplo, e normalmente os pacientes são submetidos a raquianestesia se é lá nas costas ou anestesia geral e costumam permanecer internados por um curto período, 1 ou 2 dias mais ou menos.

Viva Mais Viva Melhor – Quais os benefícios desta técnica para a região do quadril, doutor?
Dr. Lauro Magalhães – Os principais benefícios da artroscopia do quadril são o adequado tratamento para diversas patologias do quadril, com menor morbidade, menor perda sanguínea, menos dor no pós-operatório e um menor tempo de reabilitação.

Viva Mais Viva Melhor – Qual que é o profissional capacitado para a realização deste procedimento de artroscopia do quadril?
Dr. Lauro Magalhães – Hoje em dia somos poucos profissionais aqui na Bahia que estamos capacitados para fazer este tipo de tratamento por ser uma técnica relativamente recente aqui. Mas o paciente precisa se certificar também que aquele profissional faça parte da Sociedade Brasileira de Quadril e que tenha um treinamento adequado para este tipo de procedimento.

Viva Mais Viva Melhor – Quais os problemas mais comuns tratados com a artroscopia do quadril?
Dr. Lauro Magalhães – São diversas lesões e patologias, como o impacto femoroacetabular, lesões do lábrum, lesões de cartilagem, do ligamento redondo, tratamento de pioartrite que é a infecção articular, também a retirada de fragmentos intra-articulares, realizações de biópsias, tratamento de lesões sinoviais, investigação de dor oculta e também da dor pós-artroplastia. Além disso, alguns problemas extra-articulares podem ser tratados, como ressaltos do quadril, bursites, ruptura de tendões e diversas outras indicações.

Viva Mais Viva Melhor – Artroscopia do quadril pode ser realizado em qualquer paciente?
Dr. Lauro Magalhães – A maior contraindicação da artroscopia do quadril é quando não se tem um espaço articular adequado, como na anquilose, que é quando o quadril está fusionado naturalmente ou na artrodese quando a fusão é feita cirurgicamente e na artrofibrose, também infecção superficial próximo aos portais de entrada e artroses avançadas são contraindicações pelos tipos de procedimento.

Viva Mais Viva Melhor – A artroscopia do quadril é segura, doutor? Podem haver complicações durante o procedimento?
Dr. Lauro Magalhães – Quando a artroscopia é realizada com indicação correta, com o profissional capacitado e com os cuidados adequados é sim uma técnica segura. Mas como todo o procedimento cirúrgico ela pode ter complicações, como a lesão iatrogênica de cartilagem, neuropraxia dos nervos pudendo ou então lateral da coxa, infecção, fenômenos tromboembólicos, ossificação heterotópica. Mas a gente sabe que grandes estudos científicos eles relatam que as taxas de complicações são muito baixas. 

Viva Mais Viva Melhor – A artroscopia do quadril é um procedimento doloroso?
Dr. Lauro Magalhães – Após passar o efeito da anestesia é natural ocorrer dor como em qualquer procedimento cirúrgico, mas essa dor não costuma ser de grande intensidade e é prontamente melhorada com o uso de medicações analgésicas.

Viva Mais Viva Melhor – Como é o pós-operatório da artroscopia do quadril? O paciente pode sentir algum desconforto após a cirurgia?
Dr. Lauro Magalhães – Sim, depende muito de cada caso, qual a patologia ou lesão que foi tratada, qual a técnica utilizada e provavelmente você sentirá algum desconforto. Apesar de ser um procedimento minimamente invasivo, ocorre um processo inflamatório e o desconforto vai diminuindo de intensidade com o passar dos dias. Aí, devido a posição do paciente que ele fica durante o procedimento, poderá sentir um desconforto na região lombar, nos glúteos, joelho, tornozelo, devido a tração das pernas pode cursar com leve dormência na região do perímetro, nas pernas ou no dorso dos pés, edema também pode ocorrer, mas a maioria desses desconfortos são leves e transitórios ou então muitas vezes até não acontecem.

Viva Mais Viva Melhor – Certo. Em quanto tempo mais ou menos o paciente volta às suas atividades diárias, doutor?
Dr. Lauro Magalhães – Depende também de cada caso. A alta hospitalar é precoce normalmente. O paciente poderá ir para casa deambulando com o par de muletas. O uso dessas muletas geralmente se estende por 3 a 6 semanas dependendo do que for realizado na cirurgia. A fisioterapia inicial é imediata após o pós-operatório e é individualizada para cada caso, sendo isso um dos segredos para a reabilitação ideal. E normalmente o retorno ao trabalho é bem rápido, dependendo dos níveis da dor e da natureza do trabalho de cada paciente. Para as práticas esportivas de elite em atletas no mínimo 4 meses a gente pede para ele ficar afastado das suas atividades.

Viva Mais Viva Melhor – Quais as vantagens da artroscopia com relação às outras formas de tratamento para as dores no quadril?
Dr. Lauro Magalhães – As principais vantagens são o tratamento adequado para diversas lesões e patologia no quadril por um método minimamente invasivo, seguro, com menos riscos de complicações, curto tempo de internamento, a reabilitação é precoce e o mais importante é que ela preserva o seu quadril, impedindo ou pelo menos postergando a evolução para a tão temida artrose.

Viva Mais Viva Melhor – Para finalizar, doutor, é possível realizar a artroscopia do quadril pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou mesmo através dos convênios de saúde?
Dr. Lauro Magalhães – Pelo SUS estamos tentando implementar lá no Hospital das Clínicas, aqui em Salvador, mas por questões burocráticas ainda não está sendo possível. Já através de convênios ou seguradoras de saúde, ou até mesmo via particular é possível sim realizar, a depender do médico do paciente.

Viva Mais Viva Melhor – Conversamos com o doutor Lauro Magalhães, médico ortopedista e traumatologista especialista em quadril. Doutor, muito obrigada, até a próxima.