NOSSAS ENTREVISTAS

Mitos e Verdade sobre Lesão do Joelho

 71 3237-... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor –  O joelho é uma das articulações mais importantes do corpo e devido a sua localização central está sujeita a lesões traumáticas de todos os tipos tais lesões podem gerar dor e prejuízo funcional necessitando de atenção médica para falar um pouco melhor sobre essa articulação na nossa série mitos e verdades quem conversa conosco é o especialista em ortopedia e traumatologia, Dr. Pedro Bastos.
Dr. Pedro, é certo afirmar que estar acima do peso pode causar problema nos joelhos?
Dr Pedro Bastos - Com certeza o excesso de peso impacta diretamente nos joelhos, estar acima do peso aumento o estresse da articulação, atividades normais como caminhar e subir escadas. Para você ter uma ideia apenas 10 kg a mais do peso corporal a gente acaba dobrando o peso em cima do joelho durante a caminhada 7 vezes em uma corrida e esse estresse faz com que a cartilagem comece a se deteriorar. Sendo assim, a osteoartrite do joelho chega a ser 4 ou 5 vezes mais comum em pessoas acima do peso do que em pessoas com o peso normal.

Viva Mais Viva Melhor – Usar saltos pode também prejudicar os joelhos, isso é mito ou é verdade?
Dr Pedro Bastos - O salto ele muda o centro de gravidade da pessoa projetando o corpo para a frente e aumentando a pressão da patela sobre o fêmur, então, quanto mais alto o salto maiores as forças aplicadas e maior o desgaste da cartilagem, sintomas começam com quadro de dor, de rangido, estalo constante que são sinais precoces de condromalácia patelar. Então para quem não pode ficar sem salto deve optar sempre por modelos com salto mais largo que distribuam melhor o peso e estabilizam melhor o tornozelo.

Viva Mais Viva Melhor – É certo ou é errado afirmar que qualquer atividade física é benéfica para os joelhos?
Dr Pedro Bastos - Toda atividade física se bem orientada e tomando os cuidados necessários para que se respeite biomecânica e feita com segurança não chega a prejudicar os joelhos. A estrutura dos joelhos elas são bem sensíveis a erro de alinhamento, excesso de atividades e estriamento. Os esportes que mais exigem da articulação são aqueles que envolvem movimento de desaceleração, aterrissagem mudança de direção, como futebol, basquete, arte marcial, esqui, cross-fit, tênis dentre outros, então a musculação também pode gerar lesão mas em geral está associada a sobrecarga de exercício de erros de execução. O agachamento é um exercício que fortalece musculatura da coxa e quadril também exige muito dos joelhos. Muitas atividades acabam usando desse tipo de atividade e a execução deve ser feita sob orientação de profissional de educação física. Desta maneira todo esporte tem seus prós e seus contras, tudo vai depender de como for realizado.  A mesma atividade física pode proporcionar benefício como também ser prejudicial.

Viva Mais Viva Melhor – É verdade que ficar muito tempo sentado pode prejudicar os joelhos?
Dr Pedro Bastos - Muitas atividades habituais do dia a dia ou trabalho exige que a pessoa fique muito tempo sentada, mas mesmo assim os joelhos podem ser machucados. Isso acontece porque a patela esse osso móvel que fica na frente do joelho fica comprimida contra o fêmur e isso aumenta a pressão dos ossos e machuca a cartilagem, machuca tanto a cartilagem da patela como a cartilagem do fêmur. Com o passar do tempo a pessoa começa a sentir dor ao sentar ao se levantar que tá uma sugestão de lesão de condromalácia, a posição que sentamos também é importante, então o risco de sentar com a perna cruzada ou então com o calcanhar embaixo da perna sobre a perna em cima da cadeira também aumenta ainda mais a pressão na articulação. Interessante sempre mudar de posição, esticar as pernas, eventualmente levantar, fazer alguma pequena caminhada, aliviar a pressão e melhorar os sintomas.

Viva Mais Viva Melhor – A prática de atividade física ou esportiva pode propiciar uma lesão ligamentar no joelho, esta informação está correta, quais seriam os principais mecanismos de lesão?
Dr Pedro Bastos - A lesão LCA ocorre quando a pessoa para bruscamente e a mudança de movimento com o pé firme ancorado no chão. Então assim é uma força rotacional do joelho mas também pode ser feito uma lesão por hiperextensão do joelho a depender do esporte ou da atividade que a pessoa tiver praticando, desta maneira o ligamento ele é sobrecarregado, tensionado e pode chegar a se romper. Este tipo de lesão é muito comum em atividades como futebol, basquete, tênis, vôlei, esqui e qualquer outro que acabe tendo uma necessidade de parada brusca e mudança rápida de direção.

Viva Mais Viva Melhor – É correto afirmar que alimentação também influencia no fortalecimento dos joelhos?
Dr Pedro Bastos - Os alimentos são um combustível para o corpo, eles vão dar os nutrientes necessários para que as articulações estejam sempre saudáveis, uma alimentação desequilibrada pode gerar um processo inflamatório que resulte dor e desconforto, alimentos bons para os ossos e articulações fornecem estrutura para o corpo mas também fortalece a musculatura, de maneira são necessários nutrientes essenciais como proteína, betacaroteno, vitaminas, potássio, magnésio, cálcio entre outros. O acompanhamento com o nutricionista ou nutróloga sempre é essencial para ter uma boa qualidade musculoesquelética, proteger todas as articulações, não só o joelho, e evitar problemas no caso principalmente nos joelhos.

Viva Mais Viva Melhor – Muitas pessoas malham usando joelheiras, é verdade que isso protege contra lesões nos joelhos?
Dr Pedro Bastos - O uso rotineiro de joelheiras em joelhos normais, além de causar desconforto pode comprometer suas atividades e ocasionar mais lesões. Estudos comparativos eles mostram que atletas que usaram joelheiras tiveram mais lesões do que os que não usaram. O uso indiscriminado deve ser evitado sobre risco de agravar lesões pré-existentes ou piorar quadro inflamatório já que eles mascaram sintomas sem resolver a lesão. Daquela maneira você coloca a joelheira, você não sente dor mas a lesão continua lá, você continua praticando atividade física como se estivesse saudável mas você acaba prejudicando toda a articulação. Quando tem uma indicação médica ele pode trazer alívio, conforto e segurança mas essas infiltrações elas são muito restritas, temporárias, são momentâneas.

Viva Mais Viva Melhor – É possível, Doutor, romper os ligamentos até mesmo quando se está dançando, essa afirmativa está correta e o que fazer para se prevenir?
Dr Pedro Bastos - Sim, com certeza, a lesão do ligamento ocorre quando tem uma pressão no joelho, normalmente ocorre na prática de esporte ou em acidentes como de carro ou acidentes de moto, mas podem ocorrer em qualquer situação como dançar, tropeçar, escorregar e infelizmente a maioria das lesões do ligamento são imprevisíveis mas é possível evitar estas lesões mantendo a musculatura das pernas fortes, alongadas, com a prática regular de atividade física. Fortalecimento muscular, postura, execução correta de movimento entra no combo de defesa de joelho, então, a escolha do calçado faz a diferença, mas a medida básica e talvez a mais importante é não forçar a barra, saber a hora de parar e saber o seu limite, cada um tem o seu limite e ele deve ser sempre respeitado.

Viva Mais Viva Melhor – Doutor, é mito ou verdade que o tratamento da lesão ligamentar só pode ser feito através de cirurgia?
Dr Pedro Bastos - O tratamento vai depender de muitos fatores como idade, extensão de dano, lesões associadas e o estilo de vida da pessoa, tratamento da lesão aguda que é momento, teve a lesão agora que você vai procurar socorro ele é sempre conservador ou seja ele é não cirúrgico, você vai fazer uso de inflamatórios, relaxantes musculares, gelo, repouso, manutenção do movimento do joelho denso do limite da dor, pode se fazer uso de mobilizadores dependendo da lesão que o paciente tiver e da dor que ele estiver sentindo, após essa fase inicial é que a gente vai se preocupar com o tratamento definitivo que é, dependendo da condição clínica e da expectativa que o paciente quer com o tratamento, se o paciente for abrir mão dos esportes que forcem o joelho que consiga realizar suas atividades habituais não necessariamente ele consiga fazer cirurgia, isso é geralmente indicado por pacientes mais velhos ou pacientes que são menos ativos, pacientes jovens a gente tem uma tendência a indicar cirurgia para que ele sempre consiga fazer uma prática de atividade física sem limitação e evite uma evolução com estabilidade muscular e acabe evoluindo com lesões no menisco da cartilagem ou no futuro até mesmo uma artrose, cabe o médico orientar o problema, discutir as possibilidades de tratamento, ver as vantagens, ver as implicações mas a decisão final é sempre do paciente.

Viva Mais Viva Melhor – É possível voltar a ter uma vida normal após uma lesão ligamentar no joelho ou o paciente comumente fica com sequelas?
Dr Pedro Bastos - O paciente tem uma vida normal sim, vemos direto jogadores de futebol que fazem cirurgias e logo depois estão voltando ao gramado, o tratamento certo, bem indicado, o paciente retorna suas atividades habituais, esportivas e laborativas sem sequela ou restrição. Alguns até relatam que o joelho operado é mais firme do que o outro. O sucesso da recuperação, isso é uma coisa importante de frisar ele não é o mesmo para todos os pacientes, vai depender da reabilitação pós-operatória, tem que ser feito de maneira correta e a importância que o paciente deu a esta recuperação seguindo todas as orientações que o médico deu e orientações que o cirurgião também deu, então, por melhor que seja o resultado, o joelho operado é um joelho que exige cuidados, sendo fundamental um bom condicionamento muscular e um controle de peso ou seja não basta só cirurgia você tem que ter uma mudança de hábito porque se você não tiver uma musculatura competente seu ligamento vai ser sobrecarregado novamente e você corre o risco de ter uma nova lesão.

Viva Mais Viva Melhor - É verdade que ouvir um estalo no joelho no momento do trauma é sinal de alerta?
Dr Pedro Bastos - É comum haver um estalido quando há lesão do ligamento, pode ser percebido somente pelo próprio paciente, por seu audível, e notado também pelas pessoas que estão ao redor, a dor é geralmente intensa e obriga a pessoa a parar de fazer a atividade que está praticando, geralmente o médico deve ser procurado o mais cedo possível, pois, quanto mais precoce o diagnóstico melhor o resultado e a evolução do tratamento.

Viva Mais Viva Melhor - Ok, conversamos com o Dr. Pedro Bastos especialista em ortopedia e traumatologia, Doutor muito obrigado e até a próxima.