NOSSAS ENTREVISTAS

Matéria Viva Mais sobre Embolização de Miomas

Com participação de Dr. André Goyanna

Viva Mais Viva Melhor – Doença comum entre as mulheres, os miomas são tumores benignos que se desenvolvem na parede do útero. A maioria das pacientes não apresenta nenhum sintoma, mas eles podem provocar hemorragias e impedir a mulher de ter filhos. Para tratar deste problema, além da histerectomia (extração do útero) existem outras alternativas, entre elas a embolização uterina. De acordo com o médico especialista em radiologia intervencionista, André Goyanna, essa é uma técnica minimamente invasiva, segura e com baixo índice de complicações. 

Dr. André Goyanna – A embolização de miomas consiste numa técnica minimamente invasiva no tratamento dos miomas através de cateterismo. O princípio da técnica é bem simples, é a obstrução das veias, das artérias que levam o sangue para o mioma e assim façam com que eles morram e o organismo absorva eles.

Viva Mais Viva Melhor – A empregada pública Cristiana dos Santos demorou para realizar o procedimento por falta de informação. Com quadro de anemia há mais de um ano, ela já estava preparada para realizar a histerectomia.

Cristiana dos Santos – Na verdade, eu já tinha ouvido falar há muito tempo numa entrevista que teve na TV e eu achava que era difícil de conseguir a realização e eu já estava pronta para fazer a histerectomia. Já tinha entrado em contato com outros médicos, mas pela localização do mioma, eles achavam que não poderiam tirar só o mioma. Então o médico que me acompanha ele falou que vai ter que abrir para ver se vai poder preservar o útero ou não, ele não tinha certeza. Como eu estava com problema de anemia diminuiu bastante o sangramento. Eu só tenho a agradecer mesmo. O meu foi mais pela parte do sangramento, eu estava tendo anemia e não estava conseguindo controlar e estava há mais de um ano tomando medicação para controlar a anemia e não estava conseguindo.

Viva Mais Viva Melhor – O médico explica que a técnica preserva o útero, não precisa de pontos, não deixa cicatrizes e promove um retorno mais precoce às atividades.

Dr. André Goyanna – A embolização de miomas é feita através de uma punção de uma artéria na virilha, como se fosse uma veia, muito semelhante àquelas veias que a gente pega no braço. Não leva ponto, não leva corte e a maioria dos internamentos geralmente é só de um dia.

Viva Mais Viva Melhor – Com informações do site Viva Mais Viva Melhor, Camila Paranhos.